sábado, 12 de setembro de 2009

Por una cabeza.

Um tango ás voltas no gramofone
e tu, em pontas, trapezista de cordas friccionadas
a equilibrares-me nos ombros, a guiares-me as pernas
em acrobacia.
Virtuosa do pizzicato das tuas curvas
desempoeiro-te os violinos
faço-me Gardel ou Piazolla
e toco-te de cor, sem maestro ou partituras
dois corpos em vibrato.



4 comentários:

nana disse...

ainda bem que a música voltou e há de novo dança!!
;)

Vanessa disse...

:)

Maria disse...

Por una cabeza... Sem dúvida um hino à músicalidade eterna de Buenos Aires. (a minha preferida)

Nuno de Noronha disse...

Uauu, Teresa!